quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Cortar o tempo

Quem teve a ideia de cortar o tempo em fatias,
a que se deu o nome de ano,
foi um indivíduo genial.

Industrializou a esperança, fazendo a funcionar no limite da exaustão.

Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos.
Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez, com outro número e
outra vontade de acreditar que daqui pra diante será diferente.




Feliz 2010!

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

"Coração Vagabundo"


No dia doze de novembro foi inaugurado aqui em Madri a III Mostra de Cinema Brasileiro com a exibição do documentário "Coração Vagabundo".
Entre os artistas convidados, esteve Paulo Guarnieri, representando o primeiro filme dirigido por Selton Mello, "Feliz Natal", traduzido aqui na Espanha como "Diciembre".



domingo, 6 de dezembro de 2009

Voltando...





Quatro meses sem passar por aqui. E eu que pretendia ser frequente.
Deixo aqui algumas fotos do lançamento do livro no dia 09/09/09, na Casa do Brasil em Madri.

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

"O Teatro dos Anjos"


Finalmente, depois de muito esforço e dedicação, meu trabalho ficou pronto. Agora, posso apresentá-lo a vocês.
A partir de amanhã (03/08), o livro começará a ser vendido pelo site da Giz Editorial:
 E, no dia 05/08, no site da Livraria Cultura:
 E também em todas as livrarias do Brasil, é só solicitá-lo.

"''(...) um livro que traça com simplicidade e agudeza de observação as fraquezas e as virtudes dos seres humanos, diante de situações
adversas e de tensão. Dirceu Cateck pretendia contar as dificuldades que um imigrante precisa superar para sobreviver em um país estrangeiro. Conseguiu. Mas foi além. Em ‘‘O Teatro dos Anjos’’, ele relata a história de Miguel,um jovem que, após enfrentar o conflito interior ao se descobrir homossexual, decide deixar para trás a família e ir viver, em um país distante do seu, o amor que nutre por outro rapaz. Pela trajetória do protagonista, a narrativa expõe peculiaridades do universo homossexual sem discriminação, sem prejulgamentos. (...)''
                                                                                  
            (trecho do prefácio escrito pela escritora e jornalista, Lídia Maria de Melo).

“O Teatro dos Anjos” conta a história de Miguel, um jovem homossexual que abandona o Brasil para ir viver um grande amor ao lado de Rafael, na Espanha. Em terra estrangeira, o êxtase desse sentimento se dissipa à medida que as dificuldades de estar clandestino começam a fazer parte de seu cotidiano. A saudade dos seus e a privação de sua liberdade colocam-no em uma contenda interna entre o amor e a dignidade.

Simultaneamente, são relatadas duas outras histórias paralelas. Uma delas é a de Gabriel, que perde o pai e o irmão em um acidente automobilístico e se vê obrigado a amadurecer precocemente para suportar a proteção asfixiante de sua mãe. A descoberta de sua sexualidade e a pressão sofrida em casa levam-no a grandes conflitos internos.

Enquanto Miguel se adapta a sua nova vida na Espanha, no Brasil, seus familiares e sua melhor amiga, Célia, vivem ansiosos para que ele regresse a sua terra natal. As adversidades vividas pelos personagens das três histórias os separam e também os unem.

sábado, 4 de julho de 2009

NÁPOLES (ITÁLIA)




Essas fotos foram tiradas em outubro de 2005, há quase quatro anos.

quinta-feira, 2 de julho de 2009

VENEZA, ITÁLIA


Construída sobre um arquipélago de 118 ilhas, possui 150 canais e é ligada por 400 pontes. Assim é Veneza, uma cidade erguida sobre a água.
A umidade é tanta que fica impregnada na nossa alma. Quando partimos, parte dela se derrama através de nossas lágrimas.
Li, outro dia, que devido as ameaças de que ela seja submergida daqui a alguns anos, a cidade vem sofrendo um êxodo gradativo.
Tenho a intenção de passar uma longa temporada neste lugar. Não sei ainda quando e nem como, mas a ideia existe. Veneza é inspiradora e perfeita.

quarta-feira, 1 de julho de 2009

A Alma e a Matéria



















Procuro nas coisas vagas ciência
Eu movo dezenas de músculos para sorrir
Nos poros a contrair, nas pétalas do jasmim
Com a brisa que vem roçar da outra margem do mar
Procuro na paisagem cadência
Os átomos coreografam a grama do chão
Na pele braile pra ler, na superfície de mim
Milímetros de prazer, kilômetros de paixão
Vem pra esse mundo, deus quer nascer
Há algo invisível e encantado entre eu e você
E a alma aproveita pra ser a matéria e viver
E a alma aproveita pra ser a matéria e viver

Arnaldo Antunes

terça-feira, 30 de junho de 2009

Elis Regina


















Não saberemos nunca o que aconteceu naquele dia 19 de janeiro de 1982. Eu ainda tinha quatro anos, quando Elis foi encontrada morta em sua casa.
Qualquer pessoa que me conheça ou tenha convivido comigo por algum tempo, sabe que considero Elis Regina a melhor e maior cantora de todos os tempos.

segunda-feira, 29 de junho de 2009

domingo, 28 de junho de 2009

NON, JE NE REGRETTE RIEN

Non, rien de rien,
non, je ne regrette rien.
Ni le bien qu'on m'a fait,
ni le mal, tout ça m'est bien égal.

Non, rien de rien,
non, je ne regrette rien,
C'est payé, balayé, oublié,
je me fous du passé.

Avec mes souvenirs,
j'ai allumé le feu.
Mes chagrins mes plaisirs,
je n'ai plus besoin d'eux.

Balayés mes amours,
avec leurs trémolos.
Balayés pour toujours
je repars à zéro...

Non, rien de rien,
non, je ne regrette rien.
Ni le bien qu'on m'a fait,
ni le mal, tout ça m'est bien égal.

Non, rien de rien,
non, je ne regrette rien.
Car ma vie, car mes joies,
Pour aujourd'hui
ça commence avec toi
Composição: Michel Vaucaire / Charles Dumont

sábado, 27 de junho de 2009

SE PUDER SEM MEDO

Deixa em cima desta mesa a foto que eu gostava
Pr'eu pensar que o teu sorriso envelheceu comigo
Deixa eu ter a tua mão mais uma vez na minha
Pra que eu fotografe assim meu verdadeiro abrigo
Deixa a luz do quarto acesa a porta entreaberta
O lençol amarrotado mesmo que vazio
Deixa a toalha na mesa e a comida pronta
Só na minha voz não mexa eu mesmo silencio
Deixa o coração falar o que eu calei um dia
Deixa a casa sem barulho achando que ainda é cedo
Deixa o nosso amor morrer sem graça e sem poesia
Deixa tudo como está e se puder, sem medo
Deixa tudo que lembrar eu finjo que esqueço
Deixa e quando não voltar eu finjo que não importa
Deixa eu ver se me recordo uma frase de efeito
Pra dizer te vendo ir fechando atrás da porta
Deixa o que não for urgente que eu ainda preciso
Deixa o meu olhar doente pousado na mesa
Deixa ali teu endereço qualquer coisa aviso
Deixa o que fingiu levar mas deixou de surpresa
Deixa eu chorar como nunca fui capaz contigo
Deixa eu enfrentar a insônia como gente grande
Deixa ao menos uma vez eu fingir que consigo
Se o adeus demora a dor no coração se expande
Deixa o disco na vitrola pr'eu pensar que é festa
Deixa a gaveta trancada pr'eu não ver tua ausência
Deixa a minha insanidade é tudo que me resta
Deixa eu por à prova toda minha resistência
Deixa eu confessar meu medo do claro e do escuro
Deixa eu contar que era farsa minha voz tranqüila
Deixa pendurada a calça de brim desbotado
Que como esse nosso amor ao menor vento oscila
Deixa eu sonhar que você não tem nenhuma pressa
Deixa um último recado na casa vizinha
Deixa de sofisma e vamos ao que interessa
Deixa a dor que eu lhe causei agora é toda minha
Deixa tudo que eu não disse mas você sabia
Deixa o que você calou e eu tanto precisava
Deixa o que era inexistente e eu pensei que havia
Deixa tudo o que eu pedia mas pensei que dava

Oswaldo Montenegro

sexta-feira, 26 de junho de 2009

CÓRDOBA


No último dia do ano de 2008, aproveitamos a estada em Andaluzia e fomos à Córdoba.
A cidade é muito mais linda do que diziam... um passeio gostoso, já que a cidade não estava lotada de turistas. Tivemos as ruas e os lugares mais emblemáticos apenas para nós.

quinta-feira, 25 de junho de 2009

MICHAEL JACKSON


Independente de suas excentricidades, das especulações sobre sua vida pessoal, Michael Jackson foi um dos maiores artistas contemporâneos.
Marcou estilo e tendência. Não haverá outro artista que conseguirá alcançar a cifra de 750 milhões de discos vendidos...
Morre o homem incompreendido e nasce o mito.
Que descanse em paz, Michael!

quarta-feira, 24 de junho de 2009

INVERNO

No dia em que fui mais feliz
Eu vi um avião
Se espelhar no seu olhar até sumir
De lá pra cá não sei
Caminho ao longo do canal
Faço longas cartas pra ninguém
E o inverno no Leblon é quase glacial


Há algo que jamais se esclareceu
Onde foi exatamente que larguei
Naquele dia mesmo
O leão que sempre cavalguei

Lá mesmo esqueci que o destino
Sempre me quis só
No deserto sem saudade, sem remorso só
Sem amarras, barco embriagado ao mar
Não sei o que em mim
Só quer me lembrar
Que um dia o céu reuniu-se à terra um instante por nós dois
Pouco antes de o ocidente se assombrar


Composição: Adriana Calcanhoto/Antonio Cícero

terça-feira, 23 de junho de 2009

REVEILLÓN EM SEVILHA


Depois da ceia, saimos de "Carmona" e fomos para Sevilha, sul da Espanha.
Entramos em 2009 empapados pela primeira chuva do ano. Fazia frio e os lugares estavam cheios... mas foi bastante divertido.

segunda-feira, 22 de junho de 2009

VALÉRIA


Saudades dessa garota, que voltou para sua Itália natal.

domingo, 21 de junho de 2009

AS FLORES DE LÍDIA

SEGÓVIA


Declarada pela Unesco como Patrimônio da Humanidade, Segóvia é uma das cidades mais bonitas da Comunidade de Castela e Leão, aqui na Espanha.
Um dos monumentos mais emblemático é o aqueduto romano (foto), construído há mais de 2000 anos.

sexta-feira, 19 de junho de 2009

CHICO BUARQUE


Olhos Nos Olhos


Quando você me deixou, meu bem
Me disse pra ser feliz e passar bem
Quis morrer de ciúme, quase enlouqueci
Mas depois, como era de costume, obedeci

Quando você me quiser rever
Já vai me encontrar refeita, pode crer
Olhos nos olhos
Quero ver o que você faz
Ao sentir que sem você eu passo bem demais

E que venho até remoçando
Me pego cantando, sem mais, nem por quê
Tantas águas rolaram
Quantos homens me amaram
Bem mais e melhor que você

Quando talvez precisar de mim
Cê sabe que a casa é sempre sua, venha sim
Olhos nos olhos
Quero ver o que você diz
Quero ver como suporta me ver tão feliz


Parabéns Chico, pelo seu aniversário!

quinta-feira, 18 de junho de 2009

MARIA BETHÂNIA


Hoje é aniversário dessa grande cantora, um dos maiores nomes da nossa música popular brasileira.
Parabéns!

LONDRES (INGLATERRA)


Estou vagando, dando umas voltas, sem direção
Estou solitário em Londres, Londres é gostosa assim
Cruzo as ruas sem medos
Todo mundo deixa o caminho livre
Sei que não conheço ninguém aqui prá dizer alô
Sei que eles deixam o caminho livre

Estou solitário em Londres, sem medos
Estou vagando, dando umas voltas, sem direção


Enquanto meus olhos
Saem procurando discos voadores pelos céus
Domingo, segunda, o outono, passam por mim

E as pessoas passam apressadas com tanta paz
Um grupo chega a um policial
Ele parece cheio de prazer em poder atendê-los
É bom pelo menos estar vivo e eu concordo ...
Ele parece cheio de prazer em poder atendê-los
E é tão bom viver em paz e ...
Domingo, segunda, os anos, e eu concordo ...

Enquanto meus olhos
Saem procurando discos voadores pelos céus

Não escolho nenhum rosto para olhar ... não escolho caminho
Acontece apenas de eu estar aqui e estar tudo bem
Grama verde, olhos azuis, céu cinza

Deus abençoe a dor silenciosa e a felicidade
Eu vim para dizer sim e digo
Grama verde, olhos azuis, céu cinza
Deus abençoe a dor silenciosa e a felicidade
Eu vim para dizer sim e digo

Enquanto meus olhos
Saem procurando discos voadores pelos céus

London, London (Caetano Veloso)


terça-feira, 16 de junho de 2009

PARIS (FRANÇA)


Paris...difícil descrevê-la sem ser piegas.

segunda-feira, 15 de junho de 2009

BRUXELAS (BÉLGICA)


Essa foto foi tirada na "Grand Place", a praça principal da capital belga.
A cada dois anos, eles forram a praça com esse lindo tapete de flores, que atrai turistas do mundo inteiro.
O evento dura três dias. Quando estive na Bélgica, acabei coincidindo com a data e valeu a pena ter presitigiado de perto, esse grande espetáculo.

domingo, 14 de junho de 2009

COLÔNIA (ALEMANHA)


Colônia, ou Köln (em alemão) é a quarta cidade mais importante da Alemanha.
Em 2006 foi uma das sedes da Copa do Mundo.
Essa foto foi tirada na ponte do Rio Reno e no fundo, podemos observar a Catedral de Colônia que, até 1880 era o prédio mais alto do mundo.
Sua construção começou em 1248 e só foi concluída, 600 anos depois, por várias interrupções.
Durante a Segunda Guerra Mundial, recebeu 14 ataques por bombas aéreas, mas não caiu. A cidade ficou totalmente destruída, mas este edifício foi o único que continuou erguido.
Dizem que o relicário de ouro com os restos mortais dos Reis Magos, está guardado no interior da Catedral.

sábado, 13 de junho de 2009

PRAGA (REPÚBLICA CHECA)


"Toda a educação assenta nestes dois princípios: primeiro repelir o assalto fogoso das crianças ignorantes à verdade e depois iniciar as crianças humilhadas na mentira, de modo insensível e progressivo." (Franz Kafka).
Transcrevo essa frase de um dos filhos mais ilustres dessa, que para mim, é uma das cidades mais bonitas que estive.

sexta-feira, 12 de junho de 2009

LAURA


Postando esta foto para relembrar essa garota que, em um momento exato, me disse palavras que tiveram muito valor.
As palavras tem força, elas induzem você refletir sobre a vida. E graças a uma frase curta de Laura, pude compreender melhor a vida e mudar minha conduta.
Talvez ela nem saiba disso, mas preciso lhe contar.

quinta-feira, 11 de junho de 2009

KEN FOLLET


Hoje foi o último dia da Feira de Livro de Madri, no Parque do Retiro.
Este ano, não pude ir... estive ocupado revisando meu próprio livro.
Essa foto foi tirada no ano passado, no fundo, podemos ver o escritor britânico, Ken Follet.
Minha amiga, Nathália, me emprestou "Os Pilares da Terra", um dos maiores best-sellers de todos os tempos, principalmente aqui na Europa.
Gostei tanto do livro que decidi agradecê-la, presenteando-lhe com a sequência desse romance, "Um Mundo Sem Fim".
A carinha que ela fez, ao vê-lo autografo pelo próprio autor me deixou muito feliz.

quarta-feira, 10 de junho de 2009

EU E SANDRA...


Essa é a Sandra, que mês que vem, regressará a sua terra natal, México.
Devido a incompatibilidade de horários, a gente quase não se vê. Mas quando saimos, nos divertimos muito.
É interessante a linguagem que existe entre nós, compartilhamos o mesmo humor, além de outras afinidades.

terça-feira, 9 de junho de 2009

FERNANDO MEIRELLES


Fernando Meirelles é, indubitavelmente, um grande diretor.
Pude assistir uma palestra que ele deu, sobre o processo de criação de seus filmes, aqui em Madri. Apaixonante!

segunda-feira, 8 de junho de 2009

LAVAPIÉS


Ontem fomos ao teatro, como havia comentado no post anterior.
A sala em que vimos o espetáculo se encontra na "Calle Doctor Fourquet", uma das ruas mais interessantes do bairro madrilenho "Lavapiés".
Ultimamente essa rua vem sido considerada um dos pontos mais alternativos de Madri, devido a variedades de opções que oferece. Entre galerias de arte, tavernas, "delicatessen", "sex shop" exclusivo para mulheres, e a retaguarda do Museu Reina Sofia.

domingo, 7 de junho de 2009

"ALGUIÉN SILBÓ..."

Fomos ao teatro prestigiar o trabalho do nosso querido Alex Amaral, ator brasileiro radicado aqui em Madri.
O espetáculo é ótimo, texto bem estruturado e emocionante.
A obra, "Alguién Silbó (y despertó a un centenar de pajáros dormidos)" relata o drama dos africanos que tentam chegar a Espanha, cruzando a fronteira de Marrocos.
Já pude prestigiá-la em duas ocasiões e a impressão é a mesma.

sábado, 6 de junho de 2009

VANESSA BORHAGIAN, "TELARAÑA".


Hoje acabei acordando relativamente cedo. Tinha um compromisso.
Não podia perder o lançamento de "Telaraña, Canciones Para Mejorar el Mundo", o cd de estréia de Vanessa Borhagian.
O acontecimento foi em "Casa de América", aqui em Madri.
Um verdadeiro espetáculo, uma grata surpresa. Ainda não conhecia a voz dessa artista brasileira, radicada aqui na capital espanhola.
Quero lhe desejar todo o sucesso do mundo. Estou escutando seu disco, sua voz é suave, agradável e encantadora.
Ultimamente, tenho tido o privilégio de conhecer pessoas incríveis. São essas coisas que tornam nossas vidas ainda mais felizes. E Vanessa, além de ser uma ótima artista, é uma pessoa encantadora. Sempre simpática, amável e atenciosa. Valeu muito a pena estar presente neste momento tão importante.
Deixo abaixo, um link com uma reportagem sobre ela e um vídeo, para que vocês também possam conhecê-la.

http://www.madridunderground.net/vanessa-borhagian/

sexta-feira, 5 de junho de 2009

JOSÉ SARAMAGO


"Tolerar a existência do outro e permitir que ele seja diferente ainda é muito pouco. Quando se tolera, apenas se concede, e essa não é uma relação de igualdade, mas de superioridade de um sobre o outro."
Esta é uma das inúmeras frases lúcidas de José Saramago, escritor português, que tanto gosto.
Foi um grande privilégio estar perto dele.
Esse momento sempre agradecerei ao meu amigo Sandro, que é jornalista e me proporcionou a entrada para a roda de imprensa, como fotógrafo.
Foram horas de entrevista. Ele não estava sozinho, o acompanhava Fernando Meirelles, um dos melhores diretores de cinema da atualidade.
Foi na estréia do filme de Meirelles, baseado na obra de Saramago, "Ensaio Sobre a Cegueira".
Na foto, podemos comprovar ele ao fundo, apoiado por suas assistentes.
Aos 86 anos, Saramago conserva a lucidez e o vendo pessoalmente, entendo a admiração que causa nas pessoas, no mundo inteiro.

VERÃO 2008...


E no meio de um inverno eu finalmente
aprendi que havia dentro de mim
um verão invencível.
Albert Camus

quarta-feira, 3 de junho de 2009

SHOW DE RICARDO ARJONA


Eu e minha amiga Simone, no show do guatemalense Ricardo Arjona, no final do mês de abril,  no "Palácio de Deportes", aqui em Madri.